segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Músicas do Rei Davi tiveram influencia da cultura da época



Arqueologia comprova que Davi ao escrever os Salmos, por inspiração Divina, compôs música contemporânea  (ao seu tempo): 
 
"A abundante elucidação propiciada pela literatura religiosa de Ugarite para iluminar o Saltério Hebraico, mostra que muitos dos Salmos, como os de número 18, 29,45,68, 88,89, etc., estão saturados de paralelos estilísticos e literários cananeus, e mesmo de citações diretas. Da mesma forma como os israelitas haviam tomado emprestado a sua música, tomaram emprestado dos seus predecessores cananeus a forma métrica, o vocabulário e o estilo dos seus poemas sacros. (Arqueologia do Antigo Testamento,- Merril F. Unger. 195,EBR)

Isso é uma bomba aos que acham que existe ritmo sacro, métrica sacra, estilo poético sacro. Em outras palavras o que torna sagrado (separado para Deus), é a letra, a intenção, o conteúdo e não a forma!!


Veja:
LUTERO SE 'INSPIROU' NA MUSICA  DE SEU TEMPO:
http://musicagospelcontemporanea.blogspot.com.br/search/label/inspira%C3%A7%C3%A3o%20profana%20de%20m%C3%BAsicas%20de%20Lutero

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Inspiração profana nas músicas de Lutero


 

Vários escritores desinformadamente tentam encobrir o fato que Lutero se inspirou em canções populares (profanas) para compor alguns de seu hinos, dentre eles destaco o site adventista "louvor e adoração" e o escritor Rolando de Nassau com seus respectivos links http://www.musicaeadoracao.com.br/artigos/meio/papel_de_lutero.htm   http://www.abordo.com.br/nassau/art_12co.htm#01  os dois linkis afirmam que só um hino foi baseado numa conação popular, mas isto é mentira!!!

veja os fatos:

1- Muitas melodias de canções protestantes foram baseadas em determinados estilos musicais vigentes e de períodos anteriores, tornando-se hinos, prática que Lutero denominou de “método de contrafação” (BURKE, 1995). Neste sentido, não eram elementos desarticulados da cultura. Hustad entende que, para os fiéis, era a letra dos cânticos que marcava o diferencial entre o sacro e o profano (HUSTAD, 1986). (Historia da musica ocidental, p. 290, Nova Fonteira, 1997)  


"Lutero e outros músicos beberam de todas as fontes: modernas e antigas, religiosas e profanas, erduditas e populares. MUITAS VEZES, pois, novas letras foram adaptadas a uma melodia preexistente: o coral de Natal VON HIMMEL HOCH, DA KOMM'ISCH HER [do alto céu venho até aqui]... FOI RETIRADO DA CANÇÃO, ENTÃO NA MODA, Aus Fremden Landen Komm ich her ["de um país estrangeiro venho até aqui"]...
"um outro hino, Sie ist mir lieb, die werd Magd ("Ela me é cara, a querida virgem") FOI IINSPIRADO NUMA CANÇÃO DE AMOR,transposta para termos religiosos interpretando a donzela como a igreja..." (BURKE, Peter. Cultura Popular na Idade Moderna: Europa, 1500-1800. 2 ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2006, 2ª reimpressão, p. 249)

2- vejamos mais falhas no link adventista:
a-o primeiro argumento diz que dos hinos de lutero", ...somente um possui características de canção folclórica secular. 
O que a maioria das pessoas ignoram é que mesmo a única música que teve como base uma canção secular, que "aparece no hinário de Lutero e 1535, foi mais tarde substituída por outra melodia no hinário de 1539. Historiadores acreditam que Lutero rejeitou este hino porque as pessoas associavam-no com antigos textos seculares." (Ulrich S. Leupold. "Learning from Luther? Some Observation on Luther's Hymns". Journal of Church Music Nº8 (1966), p. 5). 
1-o proprio site citado desmente isso: veja o que diz Maestro Flávio que Foi o presidente da comissão responsável pela compilação do hinário "Cantai ao Senhor", antigo hinário da Igreja Adventista do Sétimo Dia, considerado pelos conhecedores do assunto como o melhor, do ponto de vista técnico, dentre todos os hinários já publicado na América do Sul:
" Amigo, o que você me diz do "Castelo Forte"? (longa pausa). Dizem os eruditos que esta era uma melodia muito conhecida na época. Porém Lutero, que dizia que o diabo não tinha o direito de usar todas as melodias bonitas, adaptou esta melodia, criou uma nova harmonização e fez os versos que hoje conhecemos. Este hino tornou-se, mas tarde, o hino oficial da Reforma. Por esta atitude de Lutero, podemos dizer que ele cria que havia melodias apropriadas, e que haviam sido aproveitadas para coisas profanas. Desta forma ele "resgatou" esta melodia.
http://www.musicaeadoracao.com.br/entrevistas/entrevista_flavio_garcia.htm

2- ou seja LUTERo adaptOU Sim músicas profanas!! E ESTA "CASTELO FORTE" passou a ser o hino oficial da reforma!!!
b- o segundo argumento NA VERDADE reforça o fato que LUTERO inpirou-se na música profana "[/red[ 
"Lutero mudou a melodia e estrutura rítmica das músicas seculares que ele eventualmente emprestou...
osprofissionais tinham sempre dificuldade em detectar origens seculares nos hinos...
nenhum material que Lutero usou para os hinos, ficou sem mudança, exceto o caso já mencionado anteriormente. Na verdade, ele cuidadosamente testou as melodias e considerou, e quando necessário moldou-as ao que fosse melhor... "Alterações eram feitas livremente..."
´
e isso mostra que ele se inspirou não somente 1 canção secular, mas muitas! veja que está tudo no plural!
c- o terceiro argumento diz que Lutero "evitou tons, ritmos, melodias e o que era secular no seu tempo. Ele sabia que tais sons denegririam a imagem do que era sagrado e permitiriam aos crentes fazerem a diferença do que era mundano e o que era religioso."

1- errado! pois OS RITMOS que lutero usou eram ritmos de origem secular, assim como os do hinário de hoje (valsa, balada, etc)

2- Lutero se insipirou em melodias secualres fazendo apenas adaptações, mas isto não nega o fato dele se inspirar no ritmo secular


 

SAbia que DAvi também usou de elementos contemporâneos em suas músicas?http://musicagospelcontemporanea.blogspot.com.br/2014/09/musicas-do-rei-davi-tiveram-influencia.html

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Livro LOUVOR EM CRISE - ed. Fiel refutado




O livro ataca ao estilo de louvor contemporâneo
:


ARGUMENTOS:
1- "o novo movimento de adoração é imensamente errado e peca contra Deus, quando empresa do mundo e utiliza elementos distintivos da cultura popular de entretenimento   de nossos dias....e contrário à exortação de 1 Jo 2:15-16"
Resposta:
 I Jo 2:15-16 se refere ao sistema pecaminoso
os ritmos usados nos hinarios tradicionais eram mundanos (valsa, balada, marcha, etc.) VER 3


2-"Como podemos alcançar almas perdidas no mundo, se somos iguais ao mundo? " p.11
Respsota:
Nenhum lugar da bíblia ou da história diz que os ritmos de louvor ou instrumentos de louvor eram diferentes do mundo secular.


3-"Não é apropriado usar ritmos da danceteria ou dos bailes no louvor ao Senhor" p. 92
Resposta:
 Muitos hinos considerados HOJE sacros são NO RITMO da VALSA  e da  BALADA, que eram ritmos mundanos:;
BALADA
"Por essa análise podemos encontrar a genese da balada, ela está no voccábulo CAROL, que perdurou por aproximadametne 600 anos...ela foi se agregado a hinódia cirstã...Agora sim, no sec. 19 e 20, passa definitivamente a agregar-se a hinódia cristã...O que nos parece ruím é que a vertente do CAROL da área do folclórico popular é a que graçou no meio da hinódia cristã. A etmologia do termo (lat. BALLARE), nos remete a expressão BAILAR em algumas línguas do conhecido grupo de línguas neo-românticas, francês, italiano, castelhano e português, ..."

a-Vejam a etmologia vai contra o que os escirtores tradicionais pregam: dançar
b-A finalidade era puramente profana
c-A fama do termo "balada" permanece a té hoje:

"a balada moderna nos imprime essa idéia, nas noites dos salões de festas conhecidas como baladas, os grupos agitam com coreografias sensuais no ritmo das músicas desprovido de pares e promovendo a maior muvuca. A balada pode ser com músicas frenéticas ou com música lenta e romantica, comungando com o CARÁTER DE SUA ORIGEM" 
(QUE MÚSICA É ESSA) P.81-82

VALSA
Muitos hinos da tradicionais são NO RITMO DA VALSA: COMO  "mais perto quero estar..."
MAIS CONHEÇAMOS UM POUCO SOBRE ESSE RITMO "MUNDANO"

Valsa é um tipo de dança clássica, embora sua origem tenha sido campestre. A valsa surgiu na Áustria e na Alemanha, no inicio do século XIX inspirada em danças como o minueto (dança na qual os pares dançavam separados) e o laendler (dança campestre, na Alemanha). Importante pontuar que a valsa surgiu primeiramente como uma dança, sendo posteriores as composições das valsas como música. A palavra “valsa” tem origem na palavra alemã “waltzen”, que traduzida quer dizer “dar voltas”.

Diz-se que a valsa é uma dança de compasso ternário, ou seja, tem três tempos, sendo o primeiro tempo forte e os demais fracos.A princípio, a valsa era vista como vulgar, e até imoral, pelas classes sociais mais altas, e pela aristrocacia. Em alguns países europeus (na corte alemã e partes da Inglaterra) a valsa foi proibida, tamanho era o preconceito. Nas camadas populares, a dança ganhava cada vez mais adeptos. Quando Napoleão Bonaparte foi derrotado, em 1815, foi realizado na Áustria o Congresso de Viena, que reuniu a nobreza e os políticos de diversos países, com o objetivo de restabelecer os laços entre os países europeus. Nessa ocasião, o músico austríaco Sigismund Neukomm, introduziu a valsa entre a nata da sociedade européia, o que garantiu, a partir de então, a presença desse tipo de dança nos palácios e cortes em todo o mundo. Surgiram então algumas diferenças entre a valsa original, vienense,e outras que nela se originaram, como a valsa inglesa. (FONTE: INFO-ESCOLA)

"A valsa contudo, era música de dança, de corpo colado noas grandes salões de Viena.. qualquer música pode ser sensual, seja a valsa, o samba,etc. bastando para tanto que seja usada para fins sensuais..." (Deixem soar os tamborins - EME editora, 1ª edição,p. 21, 2008)

4-"Existe o louvor da linguagem mundana, o qual toma emprestado a música do entretenimento mundano atual, seus instrumentos, ações, ritmos e espetáculos, não a satisfação do Senhor"p.10
 Resposta:
Os instrumentos usados pelos judeus e pelos cristãos eram os mesmos dos povos de outras religiões!!!
Os ritmos ditos hoje, sacros, eram todos ritmos mundanos!!! VER 3


5-"Existe o louvor estético, o qual propõe que orquestras, bandas e solos instrumentais são expressões autênticas do louvor, como se Deus fosse louvado por meio destas coisas"p.10
 "A música pode nos auxiliar num nível prático, mas não pode ser usada para expressar adoração" p.16
Resposta: 
 Será que Davi estava tocando uma canção de amor, hino militar, canção de ninar ou um hino de louvor?
1 Sm 16:23 E sucedia que, quando o espírito mau da parte de Deus vinha sobre Saul, Davi tomava a harpa, e a tocava com a sua mão; então Saul sentia alívio, e se achava melhor, e o espírito mau se retirava dele.


6-"Existe o louvor extasiante, no qual pessoas se esforçam para entrar num estado altamente emocional, e até semi-hipnótico, embora as Escrituras afirmem que devemos orar sempre e cantar com entendimento.p. 10
Resposta:
O que ele critica é o louvor carismático-pentecostal onde na verdade as pessoas no louvor buscam a manifestação de dons espirituais, como acontecia também no Novo e Velho Testamento
2Rs 3:1515  Agora me tragam um músico. Enquanto o músico tocava harpa, o poder do SENHOR Deus veio sobre Eliseu,

1Samuel 10:5  Então, seguirás a Gibeá-Eloim, onde está a guarnição dos filisteus; e há de ser que, entrando na cidade, encontrarás um grupo de profetas que descem do alto, precedidos de saltérios, e tambores, e flautas, e harpas, e eles estarão profetizando.
 1Cro 25:1-3 Também Davi e os capitães do exército separaram para o serviço alguns dos filhos de Asafe, de Hemã e de Jedutum, que profetizassem com harpas, com alaúdes e com címbalos. O número dos que eram empregados no serviço foi:...Quanto à família de Jedutum, os filhos: Gedalias, Zeri, Jesaías, Hasabias e Matitias, seis, sob a direção de Jedutum, seu pai, que profetizava com harpas, em ações de graças e louvores ao SENHOR.
O novo testamento ensina que devemos orar não só com o entendimento, mas com o espírito [sob inspiração do Espírito Santo]  veja:
14  Porque, se eu orar em outra língua, o meu espírito ora de fato, mas a minha mente fica infrutífera.

15 ¶ Que farei, pois? Orarei com o espírito, mas também orarei com a mente; cantarei com o espírito, mas também cantarei com a mente.
2  Pois quem fala em outra língua não fala a homens, senão a Deus, visto que ninguém o entende, e em espírito fala mistérios.

Que farei, pois? Orarei com o espírito, mas também orarei com o entendimento; cantarei com o espírito, mas também cantarei com o entendimento.
1 Coríntios 14:15
Que farei, pois? Orarei com o espírito, mas também orarei com o entendimento; cantarei com o espírito, mas também cantarei com o entendimento.
1 Coríntios 14:15
Que farei, pois? Orarei com o espírito, mas também orarei com o entendimento; cantarei com o espírito, mas também cantarei com o entendimento.
1 Coríntios 14:15
Que farei, pois? Orarei com o espírito, mas também orarei com o entendimento; cantarei com o espírito, mas também cantarei com o entendimento.
1 Coríntios 14:15
Que farei, pois? Orarei com o espírito, mas também orarei com o entendimento; cantarei com o espírito, mas também cantarei com o entendimento.
1 Coríntios 14:15
Que farei, pois? Orarei com o espírito, mas também orarei com o entendimento; cantarei com o espírito, mas também cantarei com o entendimento.
1 Coríntios 14:15

7-"Existe o louvor superficial, no qual hinos são reduzidos a simples corinhos que transmitem uma ou duas idéias elementares..."p. 10
Resposta:
Se um hino de louvor tiver uma ou duas idéias fundamentais foi assim que os judeus lovuaram a Deus e venceram seus inimigos!!!
2 Cr 20:21  Aconselhou-se com o povo e ordenou cantores para o SENHOR, que, vestidos de ornamentos sagrados e marchando à frente do exército, louvassem a Deus, dizendo: Rendei graças ao SENHOR, porque a sua misericórdia dura para sempre.
22  Tendo eles começado a cantar e a dar louvores, pôs o SENHOR emboscadas contra os filhos de Amom e de Moabe e os do monte Seir que vieram contra Judá, e foram desbaratados.
E quanto a repetição veja este Salmo ( e eram cantados):
Salmos 136:1  Rendei graças ao SENHOR, porque ele é bom, porque a sua misericórdia dura para sempre.
Salmos 136:2  Rendei graças ao Deus dos deuses, porque a sua misericórdia dura para sempre.
Salmos 136:3  Rendei graças ao Senhor dos senhores, porque a sua misericórdia dura para sempre;
Salmos 136:4  ao único que opera grandes maravilhas, porque a sua misericórdia dura para sempre;
Salmos 136:5  àquele que com entendimento fez os céus, porque a sua misericórdia dura para sempre;
Salmos 136:6  àquele que estendeu a terra sobre as águas, porque a sua misericórdia dura para sempre;
Salmos 136:7  àquele que fez os grandes luminares, porque a sua misericórdia dura para sempre;
Salmos 136:8  o sol para presidir o dia, porque a sua misericórdia dura para sempre;
Salmos 136:9  a lua e as estrelas para presidirem a noite, porque a sua misericórdia dura para sempre;
Salmos 136:10  àquele que feriu o Egito nos seus primogênitos, porque a sua misericórdia dura para sempre;
Salmos 136:11  e tirou a Israel do meio deles, porque a sua misericórdia dura para sempre;
Salmos 136:12  com mão poderosa e braço estendido, porque a sua misericórdia dura para sempre;
Salmos 136:13  àquele que separou em duas partes o mar Vermelho, porque a sua misericórdia dura para sempre;
Salmos 136:14  e por entre elas fez passar a Israel, porque a sua misericórdia dura para sempre;
Salmos 136:15  mas precipitou no mar Vermelho a Faraó e ao seu exército, porque a sua misericórdia dura para sempre;
Salmos 136:16  àquele que conduziu o seu povo pelo deserto, porque a sua misericórdia dura para sempre;
Salmos 136:17  àquele que feriu grandes reis, porque a sua misericórdia dura para sempre;
Salmos 136:18  e tirou a vida a famosos reis, porque a sua misericórdia dura para sempre;
Salmos 136:19  a Seom, rei dos amorreus, porque a sua misericórdia dura para sempre;
Salmos 136:20  e a Ogue, rei de Basã, porque a sua misericórdia dura para sempre;
Salmos 136:21  cujas terras deu em herança, porque a sua misericórdia dura para sempre;
Salmos 136:22  em herança a Israel, seu servo, porque a sua misericórdia dura para sempre;
Salmos 136:23  a quem se lembrou de nós em nosso abatimento, porque a sua misericórdia dura para sempre;
Salmos 136:24  e nos libertou dos nossos adversários, porque a sua misericórdia dura para sempre;
Salmos 136:25  e dá alimento a toda carne, porque a sua misericórdia dura para sempre.
Salmos 136:26  Oh! Tributai louvores ao Deus dos céus, porque a sua misericórdia dura para sempre



8-"Todo embelezamento desnecessário é uma ofensa a Ele, primeiramente porque Deus não nos ordenou isto; em segundo lugar, porque isto é uma tentativa insolente de  melhorar aquilo que Deus estabeleceu; em terceiro lugar, porque é uma grande distração do louvor espiritual."p.17
"Se está saturado de elementos físicos, tais como apresentações de orquestras hábeis e comoventes, o louvor está comprometido e maculado."p. 25
Resposta:
A bíblia ensina que empenho, dedicação, arte e busca da perfeição deve caracterizar o louvor:
Sl 33:3 3  Entoai-lhe novo cântico, tangei com arte e com júbilo
1 Cr 15:22 Quenanias, chefe dos levitas músicos, tinha o encargo de dirigir o canto, porque era perito nisso.
1 Cr 25:6  Todos estes estavam sob a direção respectivamente de seus pais, para o canto da Casa do SENHOR, com címbalos, alaúdes e harpas, para o ministério da Casa de Deus, estando Asafe, Jedutum e Hemã debaixo das ordens do rei.
7  O número deles, juntamente com seus irmãos instruídos no canto do SENHOR, todos eles mestres, era de duzentos e oitenta e oito.
1Cr 9:33  Quanto aos cantores, cabeças das famílias entre os levitas, estavam alojados nas câmaras do templo e eram isentos de outros serviços; porque, de dia e de noite, estavam ocupados no seu mister.


9-LUTERO
"Apenas um, entre trinta e sete hinos, tinha influência da música popular. Isto dificilmente justifica a idéia de que Lutero usava fontes seculares para escrever seus hinos...ainda, que num caso singular, uma melodia secular tinha sido usada, esta foi bastante modificada"
"Naquela época, o mundo roubava a igreja,a fim de obter melodias para as canções dos bares; e não acontecia o contrário.Como já notamos com clareza, emprestar de uma esfera de música secular relativamente inocente, tal como as melodias populares antigas, não constitui uma violação da distinção e entre o sagrado e o profano...Lutero afirmou ousadamente que nunca utilizara uma música tocada nos bares ou uma melodia usada nas danças..."p.40
Resposta:
Este livro está bastante desinformado, veja o nome de duas canções que Lutero se inspirou:
Muitas melodias de canções protestantes foram baseadas em determinados estilos musicais vigentes e de períodos anteriores, tornando-se hinos, prática que Lutero denominou de “método de contrafação” (BURKE, 1995). Neste sentido, não eram elementos desarticulados da cultura. Hustad entende que, para os fiéis, era a letra dos cânticos que marcava o diferencial entre o sacro e o profano(HUSTAD, 1986). (Historia da musica ocidental, p. 290, Nova Fonteira, 1997)  
"Lutero e outros músicos beberam de todas as fontes: modernas e antigas, religiosas e profanas, eruditas e populares. MUITAS VEZES, pois, novas letras foram adaptadas a uma melodia preexistente

  • o coral de Natal VON HIMMEL HOCH, DA KOMM'ISCH HER [do alto céu venho até aqui]... FOI RETIRADO DA CANÇÃO, ENTÃO NA MODA, Aus Fremden Landen Komm ich her ["de um país estrangeiro venho até aqui"]...
  • "um outro hino, Sie ist mir lieb, die werd Magd ("Ela me é cara, a querida virgem") FOI IINSPIRADO NUMA CANÇÃO DE AMOR,transposta para termos religiosos interpretando a donzela como a igreja..."(BURKE, Peter. Cultura Popular na Idade Moderna: Europa, 1500-1800. 2 ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2006, 2ª reimpressão, p. 249)


10-INSTRUMENTOS
  "somente quatro instrumentos podiam ser usados na casa de Deus p. 57..."alaúde, a harpa e os címbalos... trombeta" 1 Cr 15:16, 28; 16:5,6,42; 25:1,6; 2 Cr 29:25-26; Esdras 3:10; Ne 12:27
oito instrumentos de uso comum na vida particular e cívica das pessoas...mas nenhum tipo de flauta era permitido no louvor do Templo. Por que?  o Senhor estava ensinando que algumas restrições eram necessárias, a fim de que as pessoas não fossem distraídas por coisas muito interessantes e belas, do louvor sincero e racional" p.57
"tamborim e a gaita de foles...estes poderiam ser usados na recreação e festivais cívicos, mas não na casa do Senhor. p. 57
No livro dos Salmos, vemos que a harpa e o saltério eram os únicos instrumentos designados para companhar o louvor particular e nas sinagogas. Não havia sopro ou percussão"p. 61 Sl 33, 43,57, 71, 92, 108, 144,147
No Salmo 112, o título talvez prescreva uma lira de oito cordas (um tipo de harpa). Com estes instrumentos modestos e suaves, os cânticos eram acompanhados no louvor doméstico e nas sinagogas" p. 61
"Hoje o tabernáculo...utiliza um órgão, mas estamos empenhados em manter o seu uso dentro de limites."" p. 19
TAMBORINS  Sl  68;  81:2; 98:5-6
"eram permitidos durante os festivais nacionais [procissões especiais, desfiles de vitória e dias de ação de graça; instrumentos suaves, semelhantes a harpa, podiam ser usados no louvor local e pessoal;..." p. 64
Resposta:

Profetas utilizavam de flautas, saltérios e tambores!!!Para louvar a Deus e profetizar
 1Samuel 10:5  Então, seguirás a Gibeá-Eloim, onde está a guarnição dos filisteus; e há de ser que, entrando na cidade, encontrarás um grupo de profetas que descem do alto, precedidos de saltérios, e tambores, e flautas, e harpas, e eles estarão profetizando.
Assim como Davi e o povo de Israel
2 Samuel 6:5  Davi e toda a casa de Israel alegravam-se perante o SENHOR, com toda sorte de instrumentos de pau de faia, com harpas, com saltérios, com tamboris, com pandeiros e com címbalos.
1 Crônicas 13:8  Davi e todo o Israel alegravam-se perante Deus, com todo o seu empenho; em cânticos, com harpas, com alaúdes, com tamboris, com címbalos e com trombetas.
Assim os Salmos incentivam de vários instrumentos no louvor a Deus:
 Sl 33:2 Celebrai o SENHOR com harpa, louvai-o com cânticos no saltério de dez cordas.
Sl 81:1 ¶ Cantai de júbilo a Deus, força nossa; celebrai o Deus de Jacó.

2  Salmodiai e fazei soar o tamboril, a suave harpa com o saltério.

Sl 92:1 ¶ Bom é render graças ao SENHOR e cantar louvores ao teu nome, ó Altíssimo,
2  anunciar de manhã a tua misericórdia e, durante as noites, a tua fidelidade,
3  com instrumentos de dez cordas, com saltério e com a solenidade da harpa.
Sl 98:5  Cantai com harpa louvores ao SENHOR, com harpa e voz de canto;
6  com trombetas e ao som de buzinas, exultai perante o SENHOR, que é rei.
;Sl 43:4  Então, irei ao altar de Deus, de Deus, que é a minha grande alegria; ao som da harpa eu te louvarei, ó Deus, Deus meu.
Sl 57:7-9 ¶ Firme está o meu coração, ó Deus, o meu coração está firme; cantarei e entoarei louvores.
8  Desperta, ó minha alma! Despertai, lira e harpa! Quero acordar a alva.
9  Render-te-ei graças entre os povos; cantar-te-ei louvores entre as nações.
Sl 71:22  Eu também te louvo com a lira, celebro a tua verdade, ó meu Deus; cantar-te-ei salmos na harpa, ó Santo de Israel.
Sl 108:1 ¶ Firme está o meu coração, ó Deus! Cantarei e entoarei louvores de toda a minha alma.

2  Despertai, saltério e harpa! Quero acordar a alva.

3  Render-te-ei graças entre os povos, ó SENHOR! Cantar-te-ei louvores entre as nações.

Sl 149:9 ¶ A ti, ó Deus, entoarei novo cântico; no saltério de dez cordas, te cantarei louvores

.Sl 147:7  Cantai ao SENHOR com ações de graças; entoai louvores, ao som da harpa, ao nosso Deus,
Sl 149:3   Louvem-lhe o nome com flauta; cantem-lhe salmos com adufe e harpa.
Sl 150:3  Louvai-o ao som da trombeta; louvai-o com saltério com harpa.
4  Louvai-o com adufes e danças; louvai-o com instrumentos de cordas e com flautas.
5  Louvai-o com címbalos sonoros; louvai-o com címbalos retumbantes.
O órgão não existia na época dos templos bíblicos, se o autor fosse coerente com seu raciocínio não poderia usá-lo em louvor!!
11- SALMO 149
"este salmo abrange todos os aspectos da vida, tanto cívica como espiritual. Into inclui festas cívicas e cortejos de vitória, de modo que não devemos ficar surpresos ao encontrarmos reverências a adufes e danças" p. 64
Resposta:
Como vimos acima os adufes eram comuns entre os profetas e Daví, em ocasiões do louvor a Deus

12-SALMO 150
"este é outro salmo que convoca a todo o povo a glorificar a Deus em todos os aspectos de sua vida..."
"Apenas as coisas que tem folego podem louvar. Somente as almas vivas podem adorar a Deus. À luz disso, o salmo só ganha sentido quando é analisado como um salmo ricamente figurativo, que usa o tom característico de instrumentos diferentes para descrever as diversas emoções do verdadeiro louvor"...'uma representação de diferentes temas ou atitudes que constituem um louvor sincero...os instrumentos são figurativos e representativos" p.65-66"
Resposta:
A questão é que o Salmo convoca a louvar a Deus por intermédio dos instrumentos!!!Todos os outros textos o autor interpretou literal mas esse não!!!

Sl 150:3  Louvai-o ao som da trombeta; louvai-o com saltério e com harpa.
4  Louvai-o com adufes e danças; louvai-o com instrumentos de cordas e com flautas.
5  Louvai-o com címbalos sonoros; louvai-o com címbalos retumbantes.


13-O padrão de Deus permanece nesta época do evangelho - os instuementos musicais devem ser modestos em caráter e limitados em número; nunca devem rivalizar com a atratividade da adoração inteligente nem sobrepujá-la" p. 67

Resposta:
Que padrão de Deus? A bíblia diz que devemos e podemos louvar a Deus com vários instrumentos tanto no louvor individual como no coletivo!!!   
Se fossemos seguir apenas os 4 instrumentos utilizados pelos levitas e sacerdotes seria 4; mas a bíblia diz que devemos louvar ao Senhor com flautas, tamborins,  címbalos, instrumentos de cordas etc.  ou seja, nos templos bílbicos e usava os mesmos tipos de instrumentos dos povos pagãos!!!


LOUVOR CARISMÁTICO
1 Co 14:26...os defensores do novo estilo de louvor dizem que nessa passagem, Paulo nos apresenta a imagem de um culto totalmente desinibido e informal. Pensam que muitas pessoas contribuíam,e diferentes dons eram exercitados. ...A principal questão é: para quem Paulo estava falando? ...Ele estava falando a toda igreja ou apenas a líderes?p. 86 .... é mais provável que as palavras de Paulo se dirigissem a líderes"
"Paulo restringe o termo 'cada um de vós', no v. 34 dizendo: 'Conservem-se as mulheres caladas nas igrejas'...Paulo não tencionava que cada membro da igreja pudesse participar da direção do culto...Três era o número máximo de profetas"..."Paulo deu a mesma ordem àqueles que falavam em línguas. v. 27
Resposta:
Em Corinto na mesma carta o autor do livro esqueceu de mencionar que as mulheres podiam profetizar!
1 Co 11:5  Toda mulher, porém, que ora ou profetiza com a cabeça sem véu desonra a sua própria cabeça, porque é como se a tivesse rapada.
Paulo falava a toda a igreja mas restringiu apenas a manifestação da profecia ou linguas em voz alta a no máximo a 6 pessoas!!!Dois ou três falando em língua em voz alta (com interpretação) dois ou três profetizando, etc;
1 Co 14:23  Se, pois, toda a igreja se reunir no mesmo lugar, e todos se puserem a falar em outras línguas, no caso de entrarem indoutos ou incrédulos, não dirão, porventura, que estais loucos?
24  Porém, se todos profetizarem, e entrar algum incrédulo ou indouto, é ele por todos convencido e por todos julgado;
25  tornam-se-lhe manifestos os segredos do coração, e, assim, prostrando-se com a face em terra, adorará a Deus, testemunhando que Deus está, de fato, no meio de vós.
26 ¶ Que fazer, pois, irmãos? Quando vos reunis, um tem salmo, outro, doutrina, este traz revelação, aquele, outra língua, e ainda outro, interpretação. Seja tudo feito para edificação.
27  No caso de alguém falar em outra língua, que não sejam mais do que dois ou quando muito três, e isto sucessivamente, e haja quem interprete.
28  Mas, não havendo intérprete, fique calado na igreja, falando consigo mesmo e com Deus.

29  Tratando-se de profetas, falem apenas dois ou três, e os outros julguem.


Conclusões:
1- Os mesmos instrumentos usados pelos israelitas eram suados pelos povos pagãos
2- O número de instrumentos era restrito apenas ao templo e no louvor particular ou púlbico fora do templo se utilizava muitos outros instrumentos.Seno que NENHUM InsTRUMENTO foi criação de Israel
3- O louvor está relacionado a dons espirituais como enfatizam os carismáticos-pentecostais
4- Lutero inspirou sim me ritmos seculares e os hinos que se consideram sacros eram de bailes e considerados imorais!!